← Voltar para o blog

Full Stack Designer: Guia Completo para começar na carreira

Full Stack Designer: Guia Completo para começar na carreira

O design tem um papel crucial na resolução de problemas e na experiência de usuário em tudo o que fazemos. Para isso, ele é dividido em diferentes áreas, e cada uma delas corresponde a uma função ou etapa da criação visual. 

A profissão de Full Stack Designer surgiu nos últimos anos como forma de propor que uma mesma pessoa possa atuar em diferentes frentes do design. Essa carreira tem se mostrado uma excelente opção, especialmente para quem gosta de trabalhar em tarefas e projetos variados.

A seguir, explicamos com mais detalhes o que é Full Stack Design, o que esse profissional faz e como se tornar um. Vamos conferir?

O que faz Full Stack Designer?

Full Stack Designer é o profissional de design multidisciplinar que domina diferentes áreas de conhecimento e que atua em todas as etapas da criação. 

Quando falamos em programação, “Full Stack Developer” é o desenvolvedor com perfil mais multifacetado, que pode ser responsável por diferentes etapas do desenvolvimento, e tanto da parte de Front-End quanto de Back-End. 

A mesma lógica se aplica para o Full Stack Designer. Esse é um profissional que tem habilidades diversas, e enxerga o projeto de uma forma mais abrangente, incluindo as fases de pesquisa, interface e desenvolvimento.

o que é full stack design
O Full Stack Designer é um profissional versátil, que pode atuar em diferentes áreas do Design.

Quando pensamos no processo de criação, é comum que ele seja dividido em três principais etapas: 

  • UX Design, que inclui a etapa de pesquisas de usuários, a criação de wireframes e as testagens;
  • UI Design, em que são criados designs de alta fidelidade e a parte visual é mais desenvolvida, incluindo a escolha de layout, cores e tipografia;
  • Design de interação, responsável pela criação de animações e protótipos, bem como interações entre os designs.

Todas essas habilidades devem estar entre as funções de um Full Stack Designer, desde as etapas de planejamento, passando pelo desenvolvimento, chegando à implementação. Muitas vezes, é desejável que o profissional também tenha ao menos noções básicas de Front-End, incluindo CSS, HTML e Javascript. 

Outras competências importantes são marketing design, animação, copywriting, storytelling, produção de vídeos, entre outros assuntos.

Benefícios do Full Stack Design

O Full Stack Design traz muitas vantagens, que podem ser aproveitadas tanto pelos profissionais quanto pelas equipes em que ele está inserido. 

Em primeiro lugar, esse cargo é uma forma de assegurar que o trabalho tenha uma coerência de ponta a ponta. Dessa maneira, o próprio profissional pode basear-se no que está sendo feito para tomar decisões criativas e estratégicas.

Ainda sobre isso, também é uma forma de acelerar o desenvolvimento, pois a equipe perde menos tempo com a segmentação de tarefas, ou passando briefings e direções para outros profissionais. Pensando em metodologias ágeis, que visam um desenvolvimento estratégico e rápido, essa é uma ótima alternativa. 

Para as empresas, a lógica pode funcionar da seguinte maneira: ao invés de contratar três profissionais, sendo um de UX, um de UI e um Designer de Interação, é possível contratar três Designers Full Stack que estejam a par de todas as partes do projeto. Assim, sempre que houver uma tarefa, quem estiver com maior disponibilidade pode assumi-la.

Qual o perfil de um Full Stack Designer?

Embora cada um tenha suas especificidades, para atuar como Full Stack Designer, podem ser exigidas algumas habilidades e características, sejam elas relacionadas à personalidade ou aos seus conhecimentos e experiência de mercado. 

Com relação à personalidade, é ideal que o Full Stack Designer seja uma pessoa proativa, organizada, que goste de aprender e trabalhar em equipe, adaptável a diferentes situações e atenta às novidades com relação a tecnologia e mercado.

Já no que se refere às hard skills, ou seja, àquelas habilidades mais técnicas e adquiridas pela experiência de mercado, é importante que o profissional saiba operar as principais ferramentas de design, como Figma e o Pacote Adobe (Photoshop, Illustrator, InDesign), além do domínio sobre as áreas que citamos acima, como design gráfico, UX e UI Design, Design de Interação, gestão de projetos, entre outras.

Full Stack Designer ou designer especialista?

A demanda por Full Stack Designers é relativamente recente. Em muitos casos, é mais comum que os designers se especializem em um assunto (como UX ou UI Design) e trabalhem apenas em um setor durante sua carreira, o que tem seus próprios benefícios.

Os designers especialistas são mais comuns em equipes mais robustas, em que é necessário dividir as tarefas em diferentes partes. Nesse caso, as empresas precisam de profissionais que tenham um altíssimo conhecimento em uma única área. 

Já o perfil de Full Stack Designer pode ser recomendado para startups e empresas com equipes mais enxutas, em que podem surgir demandas variadas. Dessa forma, o mesmo profissional pode agir em diversas frentes e estabelecer uma coerência entre todas as peças do projeto.

Ele também pode se destacar em cargos de gestão como líder. Isso acontece justamente graças às suas noções de diferentes assuntos. Assim, ele pode compreender as tarefas de todos os profissionais do time e dar o suporte necessário com relação a cada tarefa.

Outro ponto que deve ser levado em conta na hora de optar por alguma dessas carreiras é a preferência do profissional. Há quem goste de atuar com trabalhos variados, e há quem prefira realizar tarefas de uma mesma área. 

Onde um Full Stack Designer pode trabalhar?

Justamente por se tratar de um perfil versátil, são muitas as opções de onde um Full Stack Designer pode atuar. De maneira geral, toda empresa que precisar de alguém qualificado para qualquer uma das etapas de design pode contar com esse tipo de profissional.

Entre as equipes que mais contratam, estão justamente as de tecnologia, sejam agências de criação, empresas de TI ou startups. Em muitos casos, o processo de criação é integrado, e torna-se necessário ter pessoas na equipe que tenham habilidades diversas.

Onde um Full Stack Designer pode trabalhar startups
Onde um Full Stack Designer pode trabalhar startups

O modelo freelancer também é uma opção viável para muitos profissionais. Nesse caso, ao invés de trabalhar em uma única empresa, é possível prestar serviços para diferentes clientes. A vantagem é poder atuar em todo o escopo e em mais de uma função

Assinatura Awari | Cursos Design

Quanto ganha um Full Stack Designer?

Por ser uma área relativamente recente, algumas vezes é difícil saber a média salarial de um Full Stack Designer. Isso porque, além de haver poucos registros exclusivos sobre essa área, algumas vezes os profissionais são contratados em vagas com outros nomes — muitas vezes, apenas como Designer ou até Web Designer.

Segundo dados do Glassdoor, o salário médio é por volta de R$ R$ 4.394, para profissionais nível júnior, e pode progredir até ultrapassar a faixa de R$ 12.000, de acordo com o tamanho da empresa e o nível de prática. 

No caso do mercado internacional, o salário de um Full Stack Designer é, em média, de cerca de US$ 9.600, de acordo com dados do ZipRecruiter. Esse valor pode ultrapassar a faixa de US$ 13.333, para profissionais com mais experiência.

Vale ressaltar que, como profissional versátil, ele também pode atuar como prestador de serviços. Nesse caso, a remuneração deve variar de acordo com o tamanho e dificuldade do projeto e a experiência do profissional.

Como se tornar um Full Stack Designer?

Ficou interessado na profissão de Full Stack Designer? Se você quer iniciar sua carreira na área, saiba que essa é uma ótima oportunidade, já que essa área está em pleno crescimento. Confira algumas dicas para começar a atuar nesse mercado!

Estude os principais fundamentos de Design Gráfico

O Full Stack Design é um desdobramento do Design Gráfico, portanto, ele é regido por muitas regras que fazem parte da criação visual em geral. Por essa razão, antes de mais nada, é essencial que você domine essas questões, que servirão como base para que você crie projetos completos.

Entre os tópicos importantes, estão composição, gestalt, equilíbrio, textura, formas, flat, skeumorfismo, entre outros. Também é importante conhecer conceitos sobre cores e tipografias, pois elas serão muito utilizadas na criação de interfaces.

Além disso, outros conhecimentos importantes podem ser questões sobre psicologia comportamental e como o comportamento do usuário é guiado pelo design, e pesquisas de referências, caso seja necessário buscar orientações em outros projetos.

Essas habilidades ajudam a construir sua mentalidade como designer, e tornaram seu trabalho diário mais completo, e baseado em padrões sólidos e universais.

Tenha domínio sobre o Figma

Nos últimos anos, o Figma se tornou uma das ferramentas mais populares para design e desenvolvimento, especialmente por apresentar uma grande variedade de funcionalidades e poder ser compartilhado em tempo real com diferentes pessoas de um mesmo time.

Para que você comece a atuar como Full Stack Designer, é importante que tenha conhecimentos avançados nessa ferramenta. Para isso, você deve explorá-la ao máximo e entender seu funcionamento com detalhes. 

Além do Figma, também pode ser interessante que você domine as ferramentas do Pacote Adobe, como Photoshop, Illustrator e o InDesign. As interfaces são parecidas e todas compartilham uma série de funções, portanto, ao saber utilizar uma, ter o domínio de todas ficará mais natural. 

Esteja familiarizado com metodologias ágeis

As metodologias ágeis são maneiras de gerir um projeto, dividindo-o entre tarefas menores e focando no que é mais urgente. Dessa forma, é possível criar dinamismo nas entregas e aumentar a qualidade do que está sendo entregue.  

O Manifesto Ágil tem quatro fundamentos, sendo eles:

  • Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas;
  • Software funcional mais que documentação abrangente;
  • Colaboração do cliente mais que negociação de contratos;
  • Responder a mudanças mais que seguir um plano.

Como é possível observar, a Metodologia Agile e o Full Stack Design compartilham da mesma mentalidade. Se você estiver familiarizado com esse tipo de estratégia, será mais fácil entender como gerir suas tarefas e atuar nessa área do Design. 

Aprenda sobre Front-End

O Front-End é a etapa que liga o design à programação. Pensando no papel do Full Stack Designer como profissional multidisciplinar, entender como funciona essa etapa pode ser um grande diferencial, fazendo com que ele se destaque no mercado.

Full Stack Design Front End
HTML, CSS e Javascript são habilidades desejáveis para quem trabalha com Full Stack Design.

Não é necessário que você saiba tudo sobre o assunto, porém, ter conhecimentos sobre Front-End é de grande valor, em especial, sobre HTML e CSS. Ambas essas ferramentas são linguagens de marcação, por isso, não é necessário aprender programação para dominá-las.

Além disso, também pode ser importante entender como funciona o Javascript, a principal linguagem de programação de Front-End

Faça cursos de Design

Para atuar como Full Stack Designer, a melhor maneira de aprender tudo o que você precisa é fazendo cursos sobre Design. Dessa forma, você tem contato com os principais conteúdos de forma organizada e didática.

A Trilha de Aprendizagem de Design da Awari inclui cursos de diferentes frentes como UX Design, UI Design, User Research e UX Writing. Dessa forma, você pode se aprofundar em cada um desses assuntos para iniciar sua carreira.

Todos os cursos incluem módulos completos gravados, com materiais complementares, para você assistir da forma como preferir. Além disso, também é possível participar de aulas ao vivo com professores especialistas e fazer mentorias individuais com grandes profissionais do mercado, para auxiliar no seu desenvolvimento. 

Confira algumas das aulas disponíveis nos cursos de Design:

  • Pesquisa e User Research
  • Métodos Qualitativos e Quantitativos
  • Testes de Usabilidade
  • Espaços, Grades e Composição
  • Cores, Tipografia e Estética
  • Ferramentas de UX e UI Design
  • Design de Interação
  • Descobrindo Público, Persona e Tom de Voz
  • Escrita UX e Arquitetura da Informação

Sobre a Awari

A Awari oferece uma plataforma completa para quem quer dar o próximo passo na carreira. Os alunos têm acesso a cursos com aulas gravadas, aulas ao vivo com professores especialistas e mentorias com profissionais com ampla experiência no mercado de trabalho.

A Trilha de Aprendizagem de Design inclui os principais cursos para você começar a atuar como Full Stack Design. Ao finalizá-los, você recebe certificados de conclusão reconhecidos pela Associação Brasileira de Ensino a Distância. Clique aqui para saber mais!

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Começar agora