← Voltar para o blog

Linguagens de programação Front-End: o que são, exemplos e como utilizar

Linguagens de programação Front-End: o que são, exemplos e como utilizar

As ferramentas utilizadas para dar instruções e mediar o entendimento entre seres humanos e computadores são chamadas de linguagens de programação. A partir delas, os computadores são capazes de realizar uma enorme quantidade de tarefas.

As linguagens de programação Front-End são aquelas utilizadas na criação de interfaces, ou seja, das partes de uma página com as quais o usuário pode interagir e executar ações. Atualmente, há dezenas de opções desse tipo de ferramenta, que podem variar de acordo com suas funcionalidades.

Abaixo, listamos quais as linguagens de programação favoritas dos desenvolvedores Front-End, e explicamos como funcionam e para que servem. Vamos conferir?

Linguagens de programação para desenvolvimento Front-End

As linguagens de programação utilizadas no Front-End são complementares. Cada uma tem funções específicas, e quando combinadas, são capazes de gerar interfaces completas, funcionais e dinâmicas.

Um ponto importante é que, apesar de algumas das ferramentas abaixo serem conhecidas como linguagens de programação graças à forma como são utilizadas, algumas delas não se enquadram totalmente nessa categoria. 

Abaixo, listamos as linguagens mais populares entre os desenvolvedores e explicamos um pouco mais sobre seu funcionamento. 

HTML

Antes de mais nada, é preciso esclarecer que o HTML (ou Hypertext Markup Language) não é uma linguagem de programação, mas sim, de marcação. Isso significa que ela não segue lógicas ou estruturas de controle, e por isso, não pode criar funcionalidades dinâmicas.

Dito isso, é indispensável para qualquer profissional que trabalha com Front-End, já que é utilizado na construção e estruturação da grande maioria das páginas web. Essa ferramenta tem o objetivo de definir estruturas, formatos, maneiras de exibição e padrões. 

O HTML é utilizado para estruturar páginas web, e é complementar ao CSS e o Javascript.

Apesar de não ser suficiente para a criação de um site ou aplicação completa, o HTML pode ser usado junto ao CSS e o Javascript para criar interfaces avançadas.

CSS

O CSS não é uma linguagem de programação, mas sim de design gráfico. É usado juntamente com o HTML na composição visual das páginas, ou seja, para cores, margens, formas, tipografia, imagens de fundo, entre outros elementos.

Essa ferramenta possui as próprias regras, que são processadas durante a renderização do navegador. Após fazer a leitura do HTML de uma página, ele analisa o CSS e aplica as regras de estilo em cada um dos elementos. 

Javascript

De acordo com a Stack Overflow Developer Survey de 2020, o Javascript é a linguagem de programação mais utilizada em todo o mundo, e é de suma importância para os desenvolvedores Front-End, pois ela possibilita a criação de interfaces dinâmicas, animadas e interativas.

Trata-se de uma linguagem de alto nível, baseada em objetos e e client-side, ou seja, que roda totalmente no navegador do usuário. Geralmente, é utilizada em conjunto com HTML e CSS para complementar a estrutura e os estilos criados por essas outras ferramentas.

Banner da Campanha Novos Cursos Awari

Para os desenvolvedores, é um grande aliado por ser fácil de aprender e não precisar de um compilador, o que o torna compatível com grande parte dos dispositivos. 

Outras ferramentas para desenvolvedores Front-End

Aprender HTML, CSS e Javascript é essencial para qualquer desenvolvedor Front-End. Entretanto, há muitas outras ferramentas que não são linguagens mas que também merecem a atenção. Confira algumas das principais abaixo!

React

O React é uma biblioteca Javascript de código aberto criada e mantida pelo Facebook. Atualmente, ela é utilizada por grandes empresas de tecnologia, como Instagram, Netflix, Airbnb e Walmart. Trata-se de uma ferramenta fácil de utilizar, amigável ao SEO e que facilita a comunicação entre HTML, CSS e Javascript. 

Criado pelo Facebook, o React é uma biblioteca de Javascript capaz de simplificar etapas da programação.

Uma das suas grandes vantagens é o uso do Virtual DOM para representar as interfaces. Para isso, o React salva as alterações de uma interface em um ambiente virtual, e depois traduz essa tela com menos processos, facilitando o processo de desenvolvimento.

jQuery

Outra biblioteca para Front-End muito popular é o jQuery, que tem como principal finalidade a criação de interfaces mais interativas e agradáveis aos usuários. Para isso, ele incrementa o código do Javascript como forma de simplificar o que está sendo desenvolvido.

O jQuery é capaz de adicionar scripts e animações nas páginas, aumentar a compatibilidade entre o código e o navegador, e principalmente, realizar um maior número de funções escrevendo menos linhas de código.

Angular

Lançado em 2016, o Angular se popularizou muito nos últimos anos entre os desenvolvedores Front-End. É utilizado para a construção de SPA (ou Single Page Applications), páginas dinâmicas em que a navegação ocorre sem precisar do recarregamento.

Sua arquitetura é chamada de Model-View-Controller (MCV), em que há uma estrutura de dados, uma representação das informações e um controlador. A partir desse recurso, o framework une Javascript e o HTML, unifica os dados e acelera algumas das etapas da programação.

Entre outras vantagens do Angular, podemos citar sua compatibilidade tanto com desktop quanto com mobile e seu suporte para testes integrados.

Vue

O Vue é um framework Javascript utilizado tanto na criação de aplicações de uma página só quanto para o desenvolvimento de interfaces dinâmicas. Para isso, ele utiliza um Virtual DOM, além de uma arquitetura com componentes reativos.

É uma ferramenta muito acessível, que pode ser utilizada a partir de conhecimentos sobre HTML, CSS e Javascript. 

Git e GitHub

O versionamento é uma etapa importante do desenvolvimento Front-End. Para isso, é importante saber utilizar ferramentas como o Git e o GitHub, que permitem que toda a equipe trabalhe em um mesmo projeto e faça consultas no código sem afetar o trabalho dos colegas.

Como se tornar um Desenvolvedor Front-End?

Agora que você já conhece as principais linguagens de programação Front-End e as ferramentas complementares para a criação de interfaces, que tal se tornar um desenvolvedor na área?

No Curso de Programação Front-End da Awari você aprende como construir e manter interfaces complexas e dinâmicas utilizando HTML, CSS, Javascript, React e outros dos principais recursos do mercado de tecnologia. 
Durante a formação, você terá acesso a aulas ao vivo com professores e poderá agendar mentorias individuais com grandes profissionais para receber feedbacks e consultorias de carreira. Clique aqui e saiba mais!

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Inscreva-se