Criação de Produtos: como desenvolver o seu produto do zero

Criação de Produtos: como desenvolver o seu produto do zero

A criação de produtos que sejam relevantes para o mercado e tragam retorno financeiro é uma das tarefas mais importantes, mas também mais desafiadoras, de uma empresa. 

Afinal, o desenvolvimento de produtos é o carro-chefe de muitos negócios, sejam produtos digitais ou físicos. 

Por isso, é comum existir setores e equipes focadas apenas em ter ideias, propor soluções e desenvolver algo novo para o mercado.

Entenda melhor sobre os processos por trás da criação de produtos!

Criação de produtos: o que é e maneiras de desenvolver

O processo de criação de produtos é algo que precisa de organização, distribuição de responsabilidades e seguir cronogramas, para que realmente seja possível tirar aquela ideia do papel. 

A maneira como a criação de produtos pode acontecer varia de acordo com a metodologia utilizada. 

Na tecnologia, por exemplo, a metodologia scrum (ágil) é uma das mais comuns, mas também existem outras como Lean e Kanban. 

Essas metodologias, apesar de serem mais utilizadas dentro do mundo tech, também podem ser aplicadas em outros negócios, de acordo com a necessidade da empresa e tipo de produto sendo criado. 

Além da metodologia em si, a criação de produtos, de maneira geral, passa por etapas já bem definidas e que são aplicadas tanto em produtos físicos quanto digitais. 

Seguindo esses passos, é possível criar um produto do zero, validá-lo e ver retorno financeiro a partir dele. 

6 passos para criar um produto do zero

Os processos de criação de produtos podem variar de acordo com a empresa e suas necessidades, mas alguns processos e etapas básicas norteiam o desenvolvimento de novas soluções para o mercado. Acompanhe!

Tenha uma ideia: brainstorm e product discovery

Todo novo produto foi apenas uma ideia antes de existir de fato. Por isso, ter novas ideias é considerado o primeiro passo para quem quer criar algo novo. 

Dentro da área de Gestão de Produto, esse é o momento do brainstorm, mas também o do product discovery. 

É nessa etapa que os profissionais responsáveis dão suas ideias, seja em formato livre (brainstorm) ou orientado a dados e informações do mercado (product discovery). 

Ter uma nova ideia nem sempre quer dizer pensar em algo nunca visto antes. Muitas vezes significa pensar em uma melhoria a partir de uma dificuldade do cliente ou até mesmo pessoal. 

Análise da ideia e protótipo: estudando a viabilidade

Nem todas as ideias (revolucionárias ou não) são boas. Nessa etapa é feita a análise da viabilidade e desenvolvimento do protótipo da ideia. 

Assinatura Awari | Cursos Produtos

Nesse momento, são considerados alguns pontos importantes, como:

  • público-alvo: quem são os clientes que se interessam por esse produto? Onde estão? Por que o produto é relevante para eles?
  • investimento inicial: quanto será necessário investir para tirar a ideia do papel?
  • retorno sobre investimento (ROI): quanto desse investimento retornará e quando isso começará a acontecer?
  • análise SWOT: quais são os pontos fortes e fracos do produto? Quais as oportunidades e ameaças?
  • concorrentes: já existem produtos como esse? Quais são seus diferenciais? O que pode ser feito para se destacar no mercado?

Entendendo o mercado: analisando as métricas

A análise de mercado é um dos pontos mais importantes da criação de produtos pois muitas vezes uma ideia pode não estar de acordo com o que os clientes-alvo precisam. Assim, é feita a análise de product-market fit, ou seja, saber se o produto tem o “fit” com o mercado. 

Essa análise é feita a partir de dados, geralmente coletados em pesquisas de mercado, realização de testes com outros produtos já criados, entre outros. 

Saber analisar as métricas é um passo muito importante para entender o valor do produto para o mercado e reconhecer suas limitações. 

Desenvolvimento: tirando a ideia do papel

Com as análises feitas e a ideia pré-aprovada em protótipo, é o momento de realmente tirá-la do papel e desenvolver o produto que será entregue para o cliente. 

Essa etapa depende muito do tipo de produto que está sendo criado, mas para produtos digitais é muito comum o uso da metodologia ágil, que considera o conceito de mínimo produto viável

Ou seja, entrega-se primeiro o produto mais simples, que conta com as funcionalidades que são prioridade naquele momento. As melhorias vêm depois que o produto já estiver sendo testado. 

É nesse momento também que se desenvolve toda a parte visual do produto, considerando design, identidade visual e outros pontos. Tudo isso também pode ser alterado de acordo com a necessidade. 

Validação com o mercado

Depois que a primeira versão já foi feita, é preciso realmente colocar os produtos para serem validados no mercado. Essa etapa deve ser considerada como teste, e não como lançamento. 

Por isso, críticas, conselhos e indicações vindas do cliente precisam ser levadas em consideração para que sejam feitas as melhorias necessárias. 

Lançamento e comercialização

A última etapa da criação de produtos é, finalmente, o lançamento e a comercialização. Nesse momento, o produto já foi testado, considerado viável e com aderência ao mercado. 

Mesmo assim, o lançamento não significa que o produto está perfeito. É normal que depois de lançado o produto ainda passe por alterações, pois agora está chegando na “mão” de mais pessoas e, assim, novas métricas são criadas. 

Sendo assim, o desenvolvimento do produto é algo sempre em evolução, seja para implementar melhorias, seja para torná-lo cada vez mais relevante para o mercado. 

Gestão de Produtos: uma área em crescimento

Você sabia que existe uma área de atuação voltada especificamente para a criação de produtos e desenvolvimento de novas soluções? 

É a Gestão de Produtos, uma das áreas que mais cresce atualmente, principalmente na tecnologia, que trabalha com inovação diariamente. 

Profissionais que trabalham na Gestão de Produtos podem participar de todo o ciclo de vida de um produto. Alguns dos cargos existentes dentro dessa área são Product Manager (PM), Project Manager e Product Owner (PO). 

Se deseja entrar para a área de criação de produtos para diferentes mercados, conheça nossa Trilha de Gestão de Produtos e veja tudo o que você pode aprender para participar ativamente da inovação do mundo!

Avance sua carreira

Conheça a Awari

Dê seu próximo passo profissional com nossos cursos e aprenda com mentorias individuais dos melhores profissionais do mercado.

Saiba mais

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Começar agora