Ciência de Dados e Inteligência Artificial: Guia para começar na carreira

Ciência de Dados e Inteligência Artificial: Guia para começar na carreira

Se você se interessa pela ciência de dados e inteligência artificial, não sabe muito bem o que significam essas palavrinhas ainda mas quer muito aprender e, quem sabe no futuro, investir na carreira dentro da área, então você clicou no artigo correto!

Neste conteúdo vamos destrinchar tudo que você precisa saber sobre Ciência de Dados e Inteligência Artificial: o que é a profissão, como começar a estudar, quanto ganha um expert da área, o que é bom aprender e também por que é uma decisão acertada investir nessa carreira.

O que é ciência de dados e inteligência artificial?

A ciência de dados ou data science, como é mais conhecida no meio, é um estudo multidisciplinar que envolve conceitos de estatística, administração e gerenciamento, matemática e linguagens de programação.

O cientista de dados é um profissional que contribui muito para as tomadas de decisão nas empresas, principalmente aquelas que valorizam conceitos inovadores da tecnologia, como é o caso da inteligência artificial, que veremos mais à frente.

Neste breve recorte, nosso Instrutor e Cientista de Dados, Fernando, explica o que é a área de Ciência de Dados, diferença entre Cientista de Dados, Engenheiro de Dados, Analista de Dados e Engenheiro de Machine Learning.

Você já deve ter ouvido falar sobre data driven, que em português significa, em tradução livre, “orientado a dados”. Esse modo de pensar é cada vez mais importante no meio corporativo, principalmente nas startups.

Isso porque as empresas estão entendendo que a única fonte segura de informações são os dados. Como diz o ditado, contra fatos não há argumentos, e os dados nada mais são do que fatos concretos, informações geradas pela interação das pessoas com dispositivos tecnológicos todos os dias.

Ser data driven é deixar de lado as opiniões e tiros no escuro. Quanto mais data driven é uma decisão, melhor para o futuro de um negócio.

Portanto, podemos dizer que a ciência de dados é tanto um campo de estudos quanto uma prática profissional.

Assim como a inteligência artificial (IA). Ela envolve uma série de tecnologias diferentes, como programação, redes neurais artificiais, algoritmos e sistemas de aprendizado.

Essas tecnologias têm um objetivo: simular capacidades humanas relacionadas à inteligência e atividade cerebral, como o raciocínio lógico, a percepção e a capacidade analítica para tomadas de decisão.

Então é possível dizer que essas soluções são inteligentes, porque são capazes de aprender coisas novas através de grandes volumes de dados e sistemas de aprendizado. 

Ao mesmo tempo que existem exemplos de inteligência artificial em grandes empresas como as assistentes virtuais (Alexa e Siri, por exemplo), softwares de reconhecimento facial e sistemas de veículos autônomos, este também é um campo da ciência.

Qualquer ciência que está em constante desenvolvimento, como é o caso das inteligências artificiais, é um assunto que está sendo estudado.

O propósito dessa vertente acadêmica é criar máquinas capazes de realizar atividades humanas de forma autônoma. A IA está amplamente relacionada ao Machine Learning (Aprendizado de Máquina), Internet das Coisas (IoT) e muito mais.

O que se aprende em Ciências de Dados

Uma boa grade curricular para aprender ciência de dados deve conter os seguintes tópicos:

  • Introdução ao conceito de data science;
  • Pensamento analítico e metodologia científica;
  • Linguagens de programação (pelo menos Python);
  • Visualização, coleta e manipulação de dados;
  • Machine Learning;
  • Estatística.

Também é importante poder contar com profissionais atuantes no mercado que possam proporcionar mentorias, dicas e orientações gerais de como começar na carreira, quais livros ler, de quais comunidades participar e como continuar a se desenvolver na área.

Inclusive aqui na Awari você encontra a trilha de conhecimento em ciência de dados. Temos, além dos cursos, uma estrutura ainda mais robusta com aulas ao vivo duas vezes por semana, materiais de apoio desenvolvidos por especialistas e um certificado amplamente reconhecido no mercado de trabalho. Conheça a trilha clicando aqui!

Quanto custa uma faculdade de ciência de dados e inteligência artificial?

Para aprender mais sobre ciência de dados e inteligência artificial você pode seguir pelo caminho da graduação, que tem nível tecnólogo – menos de 3 anos de duração, normalmente – ou bacharelado, com 4 anos ou mais de estudos.

Existem cursos separados por tema – ciência de dados OU inteligência artificial – e no bacharelado a aprendizagem soma a ciência de dados à inteligência artificial, então é possível aprender os dois conceitos com apenas uma graduação.

Ainda existe a opção de aprender através de cursos livres. O valor varia bastante de acordo com a instituição de ensino e com o tipo de curso também. 

É possível encontrar desde cursos gratuitos em plataformas de ensino online e pagar até dois mil reais por mês – até mais, dependendo do renome da instituição, se o curso é online ou presencial etc.

Assinatura Awari | Cursos Data Science

A importância da inteligência artificial

A inteligência artificial já é uma realidade e a tendência, juntamente com a realidade aumentada, realidade virtual e internet das coisas, é apenas ficar cada vez mais indispensável para a humanidade.

Ao contrário do que dizem as teorias da conspiração, a inteligência artificial não tem a capacidade de dominar e escravizar a raça humana 😂.

Por enquanto, as máquinas são de grande auxílio para nós, principalmente no processamento de dados, identificação de padrões e cumprir tarefas repetitivas e operacionais, por exemplo.

Já é possível realizar atendimentos ao cliente simples através da IA, bem como produzir conteúdos em texto, automatizar processos etc.

A inteligência artificial é uma das ferramentas que otimizam o tempo e os recursos dos seres humanos que, livres da parte operacional, podem se concentrar no âmbito estratégico da jornada empresarial.

Então, ao contrário do que algumas pessoas desinformadas acreditam, a IA não vai tirar o emprego de ninguém, ela só vai facilitar os nossos processos. Cabe a nós investir tempo e dedicação para aprender, nos capacitar e nos adaptar às novas tecnologias que vão surgindo ao longo do tempo.

A importância dos dados

Ao lado das pessoas, dos produtos, dos processos e das vendas, os dados são ativos importantíssimos para as empresas e para as pessoas também. 

Porém, de nada adianta gerar e deter uma infinidade de dados e informações que são geradas todos os dias e não saber muito bem como lidar com elas.

Um mundo cada vez mais tecnológico, inovador e urgente pode causar uma ânsia de transformar o negócio em data driven sem nem saber direito o que isso significa, e, como consequência, levar as corporações a investir tempo e dinheiro na tecnologia mais atual mas que não necessariamente atende as demandas dela.

Essa é a importância de poder contar com uma equipe de cientistas de dados que vai saber como visualizar, analisar, interpretar e extrair os dados de maneira inteligente.

Uma empresa que sabe a importância e o poder dos dados tem a capacidade de:

  • Otimizar processos;
  • Melhorar a experiência do usuário;
  • Aumentar a produtividade;
  • Reduzir custos;
  • Conhecer melhor os clientes;
  • Extrair insights para ações de marketing;

E muito mais.

Onde trabalha o Cientista de Dados?

Recapitulando, o cientista de dados é responsável não só pela administração dos dados, mas também pela coleta e extração de insights valiosos que contribuem para o business intelligence, ou inteligência do negócio.

Além dessa manipulação e visualização de informações, o profissional da área ainda é capaz de estabelecer relações entre os dados, criando links e conexões fundamentais para sua interpretação que, por sua vez, gera um valor agregado extremamente importante para todo o processo da empresa.

No dia a dia, o cientista de dados vai lidar com big data, inteligência artificial, linguagens de programação, estatística e análise de informações. Se você ainda não sabe muito bem se esta é a área perfeita para você, confira o teste de carreira em ciência de dados da Awari e certifique, com perguntas de múltipla escolha, se esse campo de estudo é mesmo para você.

O cientista de dados trabalha, geralmente, em setores de tecnologia e negócios de empresas em geral. A profissão vem ganhando cada vez mais espaços em grandes corporações e também nas startups, grupo que reconheceu a importância dos dados para a inteligência do negócio.

Quanto ganha um Cientista de Dados?

A média de salário no estado de São Paulo para um cientista de dados, por sua alta complexidade em conhecimento, é de R$ 4.500,00.

Isso no início da carreira, portanto o salário aumenta de acordo com a sua experiência adquirida, com o setor e o tamanho da empresa também.

📈 Quer ingressar na área de Dados e IA? Conheça a Awari!

A Awari é uma plataforma completa com mentorias individuais, cursos com aulas ao vivo e suporte de carreira na área de Dados.

Conheça nossos cursos de Data Science, com intensivos de ciência de dados, Machine Learning, Engenharia de Dados e Data Analytics.

Saiba mais sobre a nossa jornada personalizada e materiais complementares feitos por especialistas no mercado.

Avance sua carreira

Conheça a Awari

Dê seu próximo passo profissional com nossos cursos e aprenda com mentorias individuais dos melhores profissionais do mercado.

Saiba mais

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Começar agora