← Voltar para o blog

UX Writing: O Guia Completo para se tornar UX Writer

UX Writing: O Guia Completo para se tornar UX Writer

O ser humano, por natureza, está acostumado a viver em sociedade e se relacionar com outras pessoas. Com o passar do tempo, entretanto, algumas das atividades que realizamos presencialmente foram migrando para o campo digital, como fazer compras, assistir aulas, pedir comida, transferir dinheiro, reservar hotéis, entre tantas outras. 

Esse advento dos meios digitais gera um dilema muito grande: como garantir que uma pessoa tenha uma vivência similar à que teria ao realizar essas tarefas ao vivo, interagindo com outro ser humano? Uma das respostas é justamente o UX Writing, uma técnica que se utiliza de textos para contribuir positivamente com experiência de usuário.

Quer conhecer o UX Writing? Continue a leitura para saber o que é, como funciona e como se tornar um profissional da área!

O que é UX Writing?

Podemos definir UX Writing como a prática de criar os textos com os quais as pessoas interagem ao utilizar um sites, aplicativos e softwares. O objetivo é que esses escritos enriqueçam a experiência do usuário durante o uso, e ao mesmo tempo, representem bem a voz da empresa.

Para se aprofundar nesse conceito, precisamos entender o que significa UX Design. Trata-se de uma abreviação para user experience design ou design de experiência do usuário, em português —, e é utilizada para definir um campo do design e da tecnologia que se utiliza do equilíbrio de aspectos como utilidade, facilidade de uso, praticidade e sentimento para proporcionar uma boa utilização de produtos digitais.

Assista ao vídeo abaixo para entender, com mais detalhes, como funciona o design centrado no usuário e quais são os elementos e técnicas utilizadas nesse processo.

O que é User Experience?

O UX Writing faz parte desse ecossistema. Em conjunto com o design visual e de interação, ele se utiliza de palavras para se comunicar com o usuário, guiá-lo durante o uso daquele aplicativo e aproximá-lo de uma linguagem mais humanizada. 

Para exemplificarmos de forma simples, podemos pensar em uma placa de limite de velocidade. Geralmente, ela traz um círculo vermelho em sua parte mais externa, que é um sinal universal para chamar a atenção do condutor. No centro, ela traz um texto simples, como “80 km/h”, com destaque para o número.

Com poucos elementos, a placa consegue causar um alerta, hierarquizar informações e transmitir a mensagem de que o limite máximo daquela via é 80 quilômetros por hora, e caso o motorista não siga essa regra, ele pode até mesmo ser punido. Isso tudo sem precisar de um texto extenso.

O princípio do UX Writing é o mesmo, porém direcionada a produtos digitais. Ou seja, enquanto um usuário estiver manuseando um aplicativo ou site, todos os textos com os quais ele terá contato devem seguir técnicas para guiar sua utilização e proporcionar uma experiência intuitiva e clara.

O que faz um UX Writer?

O profissional responsável pela criação de textos direcionados à experiência de usuário é chamado de UX Writer. Sua principal atividade diária é escrever, porém, seu trabalho vai muito além disso e envolve uma série de outros fatores.

Primeiramente, ele precisa ter um ótimo domínio sobre o produto no qual está trabalhando. Isso envolve ter conhecimento sobre outras áreas do desenvolvimento, bem como de UI e UX Design. Além disso, ele deve entender bem para quais as personas e os objetivos dos usuários ao utilizar o site ou app. Tudo isso é embasado em pesquisas realizadas pelos outros departamentos.

O que faz um Technical Writer?
Batemos um papo com Tiago Volpato – Tech Writer na Nubank e André Sato – Senior Lead Technical Writer na Nubank sobre Technical Writing

A partir daí, o UX Writer pode iniciar a produção de conteúdo. A escrita para essa finalidade geralmente é chamada de microcopy, pois são textos com tamanho reduzido e que se utilizam de técnicas de copywriting e storytelling. Também será necessário se basear em pesquisas sobre boas práticas do mercado, testes e feedbacks de clientes e outros departamentos.

O UX Writer é responsável pela criação de textos com os quais os usuários interagem durante o uso de um aplicativo ou produto digital.

Diariamente, o profissional precisará fazer diversas reuniões de alinhamento com a equipe de produto, e se é necessário realizar mudanças no design e/ou nas microcopies. Vale lembrar que a produção é constante, e pode ser necessário fazer alterações ou novas entregas de acordo com as demandas e feedbacks.

Qual a diferença entre UX Writing e Copywriting?

Uma dúvida que algumas pessoas têm é quanto à diferença entre UX Writing e Copywriting. Embora ambos os tópicos tenham pontos em comum, eles possuem algumas diferenças entre si.

O Copywriting nada mais é do que uma técnica de produção de textos que se utiliza da persuasão para informar o público a respeito de produto ou serviço, muitas vezes com o intuito de levá-lo à compra. É uma estratégia comum em diferentes tipos de estratégias de marketing. 

Entre algumas características do Copywriting estão o texto informativo, o protagonismo do leitor e uso de gatilhos mentais, como afeição, prova social, autoridade e reciprocidade. 

Já o UX Writing se diferencia por algumas razões. Primeiramente porque o profissional responsável costuma ter menos caracteres à disposição para transmitir grandes quantidades de informação, por isso, precisa ser conciso e direto, sem que isso crie eventuais ruídos na comunicação.

Além disso, ele deve se basear em atributos técnicos como acessibilidade, inclusão, clareza e métricas relacionadas ao produto, diferentemente do que ocorre em outros tipos de produção textual.

Apesar disso, o UX Writer pode se utilizar de técnicas de Copywriting, como os gatilhos mentais e a persuasão, pois isso costuma fortalecer a autoridade da marca e contribuir positivamente para a experiência do usuário.

Quais habilidades um UX Writer deve ter?

Em primeiro lugar — e mais importante —, esse profissional deve ter familiaridade com a língua e entender sobre produção textual, literatura e gramática, bem como edição e revisão de textos. 

Outra habilidade desejada é o domínio sobre técnicas de SEO. Isso porque, mesmo que o aplicativo ou site não seja necessariamente voltado ao ranqueamento orgânico, muitas empresas utilizam padrões e hierarquias estabelecidos para os motores de busca, e ambas as estratégias funcionam muito bem juntas.

Também é importante que um UX Writer esteja familiarizado com o desenvolvimento de produto e a atuação de outros profissionais, principalmente UI e UX Designers, que serão áreas com as quais ele terá mais contato.

Enfim, entre as características essenciais para esse cargo estão boa comunicação, curiosidade, facilidade para trabalhar em equipe, habilidade para resolver problemas, raciocínio lógico.

Banner da Campanha de Novos Cursos Gratuitos Awari UX Design

Onde um UX Writer pode trabalhar?

A demanda por UX Writers tem crescido todos os dias, e esse cargo vem ganhando espaço como uma das profissões que devem bombar nos próximos anos. Mas afinal, onde esse profissional pode atuar?

Em primeiro lugar, é possível trabalhar em empresas de tecnologia, como agências de TI e criação de sites, softwares e aplicativos, startups, fintechs, edtechs, e-commerces, entre outras. Outra alternativa é atuar em qualquer empresa que tenha um departamento de produto e precisar desse tipo de serviço.

Profissionais de UX Writing são muito requisitados em empresas de tecnologia em geral.

Por fim, também é uma opção que esse profissional trabalhe de forma autônoma, como freelancer. Dessa maneira, mesmo sem um vínculo com uma única empresa, é possível prestar serviços e atuar em diferentes projetos.

Quanto ganha um UX Writer?

Mesmo sendo uma profissão relativamente recente, o UX Writing tem um papel estratégico, e costuma ser bem valorizado pelas empresas. De acordo com o Glassdoor, a média salarial para os profissionais da área é de R$ 4.729 por mês.

Esse valor pode variar de acordo com o porte da empresa ou a experiência do profissional. O salário inicial para UX Writers costuma partir de cerca de R$ 2.000, e pode ultrapassar a faixa dos R$ 11.000, segundo dados do mesmo site.

Se você domina outros idiomas e pretende trabalhar no mercado internacional, saiba que o cenário também é bastante favorável! O site BuiltIn calcula que a média salarial de um UX Writer nos Estados Unidos é de US$ 7.633 mensais, e esse valor pode variar entre US$ 3.500 e U$S 25.000, de acordo com a vaga.

Como se tornar um UX Writer?

Já pensou em trabalhar com UX Writing? Saiba que é possível? Abaixo, listamos algumas dicas importantes e que podem fazer toda a diferença na hora de começar nessa profissão! Além disso, confira nosso podcast! Conversamos com Thiago Oliveto, UX Writer do Mercado Livre. Falamos sobre os caminhos para se tornar um UX Writer, o que esse profissional faz no dia a dia, além das diferenças entre o UX Writer e o Copywriter.

Estude todas as áreas de experiência do usuário

O UX Writing surgiu a partir dos estudos sobre outras áreas, como o UX Design. Para que você domine bem as habilidades da escrita de microcopies, é essencial que você antes estude outras áreas relacionadas à criação de produtos digitais.

Isso será de extrema importância em seu dia a dia, pois você entenderá como funciona o desenvolvimento dos projetos em que você vai atuar, e poderá se comunicar melhor com seus colegas de trabalho.

Tenha um bom domínio sobre a língua

Uma frase muito conhecida de Carlos Drummond de Andrade diz que “escrever é a arte de cortar palavras”. No UX Writing, essa é uma máxima, já que é necessário ser sucinto e direto sem que isso prejudique a comunicação com o usuário.

Por isso, você precisa ter domínio sobre a língua com a qual você trabalha. Exercite o hábito de leitura, estude sobre regras gramaticais e saiba como produzir textos de diferentes formatos e gêneros. Quanto mais familiaridade você tiver, mais atributos terá à sua disposição no momento de redigir microcopies. 

Se você pretende trabalhar em outro país, com outro idioma, o cuidado deve ser redobrado. Pesquise sobre expressões idiomáticas, converse com pessoas nativas e busque entender como aquele povo se comunica. Mas lembre-se de dar um passo de cada vez!

Crie um portfólio de UX Writer

Muitos profissionais iniciantes, ao tentar disputar por vagas para UX Writer, pecam por não terem um portfólio, o que acaba diminuindo as chances de serem contratados. Portanto, é essencial que você crie esse documento para reunir suas experiências. 

No início, pode ser que você não tenha atuado em muitos projetos voltados à experiência de usuário, por isso, inclua também outros textos que você criou profissionalmente, mesmo que para outras finalidades. Isso vai mostrar aos recrutadores um pouco das suas habilidades de escrita.

Da mesma forma, inclua em portfólio todas as microcopies que você fez em exercícios e projetos durante o seu aprendizado sobre UX Writing.

Faça exercícios

Um erro que muitas pessoas cometem ao começar a trabalhar nessa área é subestimar o UX Writing. Não importa se você tem um bom domínio da língua e já escreve para outros formatos, saiba que criar microcopies é algo muito específico, e você precisará exercitar essa habilidade.

Procure fazer exercícios de UX Writing para treinar suas habilidades na área.

Uma boa forma de fazer isso é procurar aplicativos, e reformular toda a parte textual, propondo uma linguagem diferente. Da mesma forma, você pode buscar portfólios de UX Designers e criar textos baseados no briefing do projeto.

Por fim, há muitos outros exercícios de UX Writing disponíveis na internet para você resolver e ganhar experiência.

Faça um curso de UX Writing

Por fim, a melhor forma de se desenvolver como um profissional de UX Writing é fazendo um curso sobre o tema. Dessa forma, você pode ter acesso aos conteúdos mais essenciais de maneira didática e com materiais base para estudar.

O Curso de UX Writing da Awari é ideal para quem quer aprender tudo o que é necessário para iniciar essa carreira. Com duração de seis semanas, é dividido em módulos de aulas gravadas, e ainda inclui aulas ao vivo mediadas por professores com experiência na área.

Além disso, o aluno pode agendar mentorias com profissionais que atuam em grandes empresas da área. Nesses encontros, ele pode tirar dúvidas, receber feedbacks sobre seus projetos e fazer uma consultoria de carreira.

Confira algumas das aulas que você terá no curso:

  • Fundamentos de UX Writing
  • Diferenças entre UX Writing, Microcopy, Copywriting e Tech Writing
  • Pesquisa, tom de voz e definições
  • Escrita UX e arquitetura da informação
  • Avaliação heurística e auditoria de conteúdo
  • Medindo e comunicando resultados
  • Testes A/B em UX Writing
  • Storytelling na Defesa de Estratégias

Conheça a Awari

A Awari oferece uma plataforma completa com tudo o que é essencial para a sua jornada de aprendizado, como cursos completos, aulas ao vivo e mentorias individuais com grandes profissionais do mercado.
O Curso de UX Writing faz parte da Trilha de Aprendizagem de Design. Clique aqui para saber mais!

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Inscreva-se