Desenvolvedor de aplicativos: o que faz e como começar na carreira

Desenvolvedor de aplicativos: o que faz e como começar na carreira

Hoje dependemos de aplicativos para fazer quase tudo: viajar, trabalhar, comer, fazer o mercado, pagar nossas contas, acordar, dormir e até mesmo encontrar pessoas novas para nos relacionarmos.

Tem aplicativo para quase tudo, e eles não aparecem do nada na nossa loja de apps do smartphone. Os aplicativos são programas, assim como os que usamos no computador, mas com o diferencial de serem pensados quase que exclusivamente para dispositivos móveis desde a sua concepção.

Neste conteúdo vamos explorar a profissão das pessoas responsáveis por facilitar as nossas vidas nesse aspecto: os desenvolvedores de aplicativos. Como vivem? Quanto ganham? O que é necessário aprender para se transformarem em desenvolvedores de fato?

Caso você tenha interesse em saber mais sobre essa área de atuação, fique com a gente!

O que faz um desenvolvedor de aplicativos

Antes de mais nada: o que faz um desenvolvedor? A área da programação é extensa e envolve uma série de profissionais, como os próprios desenvolvedores, os QA’s, que são os analistas de qualidade de software, os UX e UI designers, voltados para a área de produto e muito mais.

Os desenvolvedores são os profissionais responsáveis pela construção de um software ou, no caso do nosso assunto, de um aplicativo. Eles cuidam da criação e do aprimoramento do programa. Resumindo: os desenvolvedores botam a mão na massa.

A partir do momento que você se torna uma pessoa desenvolvedora, passa a se especializar em diversas linguagens de programação, dependendo de qual nicho de atuação vai escolher para trabalhar, e um desses nichos são os aplicativos.

Ao lado de uma equipe de profissionais, você vai atuar na criação de aplicativos, desde a sua concepção até os testes finais. Enquanto membro desse time, o desenvolvedor contribui na forma como o app será estruturado, quais linguagens de programação serão usadas, como será a experiência do usuário e muito mais.

Como dissemos no início do conteúdo, hoje em dia precisamos de aplicativos para quase tudo, então pode-se dizer que mercado de trabalho não falta.

Uma informação importante: um desenvolvedor de aplicativos pode preferir trabalhar em empresas de tecnologia, que invariavelmente podem precisar desenvolver seus próprios apps em algum momento.

Também existe a possibilidade de trabalhar diretamente com os aplicativos como iFood, Uber e WhatsApp por exemplo, que além de apps também são empresas completas.

Assinatura Awari | Cursos Programação

Um desenvolvedor será necessário em diversas empresas, órgãos ou instituições que criem seus próprios aplicativos.

Características importantes de um desenvolvedor de aplicativos

No dia a dia o desenvolvedor de apps vai atuar na criação e nas atualizações desses softwares, portanto precisa ter em mente como funciona a cabeça do usuário. 

O desenvolvedor vai trabalhar em conjunto com os especialistas em User Experience (UX), além de outras pessoas responsáveis pelo andamento do projeto, como o time de produto, marketing, vendas, investidores, etc. É importante:

  • Dominar as linguagens de programação;
  • Saber trabalhar em equipe;
  • Compreender as necessidades dos usuários;
  • Promover testes com constância, para garantir a usabilidade e a qualidade do aplicativo;
  • Entender com profundidade as estruturas e a configuração arquitetônica do aplicativo que está desenvolvendo.

Quanto ganha um desenvolvedor de aplicativos

De acordo com dados de 2021 do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o salário médio de um desenvolvedor de aplicativos no Brasil é de R$ 4.300,00.

Porém, somente no estado de São Paulo, essa média sobe para R$ 10.700,00 de acordo com o Ministério do Trabalho e Educação.

O dado mais importante é que o mercado de trabalho está aquecido e, uma vez que você desenvolve suas habilidades em programação, pode trabalhar não apenas com aplicativos mas também com sites, softwares para desktop e muito mais.

O que é preciso para ser um desenvolvedor de aplicativos?

Não é exigida, normalmente, uma formação específica para se tornar um desenvolvedor de aplicativos. O mais importante é dominar as linguagens de programação.

Alguns profissionais apostam na graduação e pós-graduação, que são cursos formais extensos – de 2 a 5 anos de duração – e que podem exigir grande dedicação, deslocamento e repriorização de despesas, entre outras demandas.

Você também pode seguir por outros caminhos, como o aprendizado solo autodidata, ou então investir menos tempo e menos recursos financeiros em cursos livres para dar o pontapé inicial na sua carreira de desenvolvedor de aplicativos.

💻 Quer ingressar na área de Programação? Conheça a Awari!

Chegou até aqui e a mão de aprender mais sobre programação coçou? Então conheça a Awari, uma plataforma completa de ensino que tem mentorias individuais, cursos com aulas ao vivo e suporte de carreira na área da Tecnologia.

Se você quer se especializar ainda mais na área, conheça a nossa Trilha de Programação com cursos intensivos e jornada personalizada desenvolvidos por especialistas no mercado.

Avance sua carreira

Conheça a Awari

Dê seu próximo passo profissional com nossos cursos e aprenda com mentorias individuais dos melhores profissionais do mercado.

Saiba mais

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Começar agora