Facebook pixel
>Blog>Programação
Programação

Linguagens de Programação para Principiantes: Como Aprender ?

Cada vez mais profissionais da tecnologia alertam sobre a importância de aprender a programar, mesmo que seja apenas o básico.

Linguagens de Programação para Principiantes: Como Aprender ?

Cada vez mais profissionais da tecnologia alertam sobre a importância de aprender a programar, mesmo que seja apenas o básico.

Isso porque, se a tecnologia continuar avançando nesse ritmo, a tendência é que absolutamente tudo nas nossas vidas envolva, em algum grau, o contato direto com dispositivos tecnológicos.

E é aí que está o pulo do gato: muitas profissões que ainda existem hoje vão desaparecer invariavelmente, e se não ficarmos espertos, podemos ficar desempregados em breve.

Então o nosso papel é manter sempre um ritmo de aprendizagem contínua e recapacitação, de forma que o nosso trabalho se mantenha sempre indispensável para a sociedade.

Dito isso, ficamos muito felizes que você veio até aqui e se interessou pela área de programação.

Neste conteúdo vamos descobrir o que são as linguagens de programação, quais são as mais usadas pelo mercado, quanto tempo leva para aprender a programar e muito mais.

O que é linguagem de programação?

A linguagem de programação é como se fosse um idioma que o computador compreende e cujas ordens executa.

Portanto, para orientar o computador a realizar tarefas, é preciso entender as muitas maneiras de se comunicar com ele, ou seja, as diversas linguagens de programação que existem.

Normalmente a linguagem se divide em dois conceitos: sintaxe e semântica. A sintaxe é a forma com que o código é apresentado e a semântica representa o que esse código significa.

Algumas são definidas por uma documentação, como a linguagem C por exemplo, que segue um padrão ISO. Outras têm uma implementação dominante que é tratada como referência. E existe ainda uma terceira categoria que inclui as duas coisas: documentação e implementação.

Assim como os idiomas, as linguagens de programação têm conjuntos de regra, estruturas e sintaxe próprias, que combinados formam strings (sequências ordenadas de caracteres e símbolos, linhas de código) ou elementos gráficos, no caso de linguagens de programação visual.

Todos esses componentes ajudam a criar os algoritmos, que representam uma sequência de raciocínios, instruções ou operações para alcançar um objetivo, uma ação específica.

A grande maioria das linguagens de programação consiste em desenvolver instruções para os computadores.

Uma vez que um programador aprende todos os conceitos acerca de uma linguagem, ele vai então escrever o código-fonte num editor de texto ou numa IDE, sigla para Integrated Development Environment ou Ambiente de Desenvolvimento Integrado, programa que agiliza o processo de desenvolvimento reunindo características e ferramentas de apoio.

Essas linhas de código então são compiladas para que a máquina entenda e execute as instruções. 

Vale lembrar que as linguagens de script são um pouco diferentes: elas servem para automatizar a execução de tarefas que seriam feitas por seres humanos; portanto esse tipo de linguagem não é compilada, e sim interpretada.

Programador sentado em frente aos computadores utilizando linguagens de programação para iniciantes
Descubra por que é importante aprender a programar agora. Foto: Unsplash

Para que servem as linguagens de programação?

As linguagens servem para desenvolver programas, softwares, aplicativos, scripts e outros tipos de instruções para que os sistemas computacionais executem. 

A maioria remete, basicamente, a instruções para computadores, seja de maneira imperativa ou declarativa.

Com sistemas operacionais e dispositivos cada vez mais sofisticados, a cada ano surgem novas linguagens, códigos específicos para determinadas máquinas e sistemas, mas não se desespere! Listamos mais a frente as linguagens mais importantes que programadores iniciantes precisam aprender.

Fundamentos de Programação Compreenda as habilidades básicas de programação, a lógica e boas práticas para o desenvolvimento de aplicações e soluções de software eficientes e organizadas, em duas das mais utilizadas linguagens de programação na indústria de tecnologia: Python e JavaScript.
Nossa metodologia de ensino tem eficiência comprovada
Curso da Awari em Fundamentos de Programação
15h de carga horária 2 semanas de duração Certificado de conclusão Mentorias individuais

Fun fact: antes mesmo de existirem computadores, algumas máquinas, principalmente no meio musical, já pediam instruções para executar tarefas.

Mesmo que fossem orientações mais rústicas, aparelhos como vitrolas, teares e caixas de som já mostravam os primórdios do que viria a ser a linguagem de programação hoje em dia.

Atualmente, as linguagens de programação servem para uma infinidade de objetivos, já que praticamente todas as vertentes da vida humana estão relacionadas, em algum nível, com a tecnologia. A programação está nos bastidores de diversas atividades, como:

  • Educação à distância;
  • Desenvolvimento científico;
  • Comunicação, através de inúmeros aplicativos e tecnologia avançada dos smartphones;
  • Segurança cibernética;
  • Armazenamento e interpretação de dados;
  • Vendas e negócios;
  • Compras online;
  • Entretenimento (videogames, jogos online, aplicativos sociais, conteúdo audiovisual);
  • Ferramentas de trabalho;
  • E muito mais.

Linguagens de programação mais indicadas para iniciantes

Como dissemos acima, as linguagens de programação são variadas e múltiplas, então pode parecer confuso para o programador iniciante escolher em quais focar, pelo menos no começo.

Por isso, listamos aqui as melhores linguagens para começar a aprender sobre programação. Você verá uma definição rápida de cada uma delas, quais são seus usos e também o nível de dificuldade de cada uma delas. 

1. HTML e CSS

Antes de definir o HTML e o CSS é bom dizer que as duas não são consideradas linguagens de programação. São linguagens sim, mas não de programação.

Confuso? ?

O HTML não é considerado uma linguagem de programação porque não tem a capacidade de criar funcionalidades dinâmicas, apenas criar e estruturar seções, links e parágrafos usando componentes como atributos e tags.

Já o CSS é uma linguagem de estilos, ou seja, se o HTML cria o texto de um site, o CSS atribui estilos a esse texto, como cores, tamanhos, tipografia, iconografia etc.

Mas então porque essas duas linguagens são ideais para quem está começando na programação? Por conta de suas aplicações, praticamente todos os sites que conhecemos são feitos em HTML e CSS.

Além de desenvolvimento web, o HTML também é ótimo para criar documentações e facilitar e gerar navegação na internet, através da incorporação de hiperlinks.

Programadores iniciantes consideram o HTML e o CSS relativamente fácil de aprender, tanto pela simplicidade da linguagem quanto pela ampla documentação disponível e o fato de não ser necessário se aprofundar muito em lógica de programação, como é o caso do Java, por exemplo.

2. Java

E por falar em Java, a linguagem é amplamente usada no desenvolvimento de jogos – Minecraft e Pokémon Go, por exemplo -, computação em nuvem, big data, inteligência artificial e internet das coisas.

Aprender Java também é um ótimo caminho para o programador iniciante, mas ao contrário de HTML e CSS, esta linguagem não é tão simples.

O Java demanda aprofundamento em lógica de programação, compreensão sobre sua capacidade multiplataforma, centrada em rede e conceitos da programação orientada a objetos.

Uma boa dica é estudar sobre esse último tópico enquanto aprende Java; dessa forma o processo fica otimizado e você vai entendendo aos poucos como tudo funciona.

Desde sua criação, o Java caiu nas graças dos desenvolvedores porque é uma maneira de programar de forma rápida, segura e confiável qualquer tipo de aplicação, desde softwares robustos até aplicativos móveis e sistemas de big data e tecnologias de servidor.

3. JavaScript

Apesar de ter o nome parecido com Java, a linguagem de programação JavaScript não tem nada a ver com sua colega.

Ela é a terceira ponta da trindade web, ao lado do HTML e do CSS. Sempre que você acessa um site e nesse site existem elementos gráficos em 2D ou 3D que são animados, então esteja certo de que o JavaScript está envolvido no processo.

O JavaScript tem a capacidade de armazenar conteúdo útil dentro das variáveis, realizar operações com strings (trechos de linhas de códigos) e responder a determinados eventos que acontecem numa página web. 

Também é uma ótima maneira de iniciar seus estudos em programação; não é tão complicada quando Java e nem tão simples quanto HTML e CSS, mas é importante conhecer para poder ampliar suas áreas de atuação no mercado de trabalho. 

4. Python

Python é uma linguagem de programação de código aberto muito usada para propósitos de ciência de dados, automação de scripts e desenvolvimento no geral.

É considerada uma das linguagens mais queridas dos programadores porque o aprendizado é rápido, a escrita é simples, é um código eficiente para desenvolver protótipos e MVPs, é altamente escalável, versátil e tem uma grande comunidade e materiais de apoio.

Uma curiosidade sobre Python é que ela é ótima para aplicar em machine learning, tanto que o sistema de recomendação da Netflix e do Youtube, considerados os melhores do mundo, foram criados usando Python.

Visto que é uma linguagem de programação versátil e relativamente simples, também é uma boa pedida para dar o pontapé inicial dos seus estudos.

5. PHP

Assim como HTML, JavaScript e CSS, o PHP também é uma linguagem amplamente utilizada para o desenvolvimento web, principalmente na criação de sites.

A principal característica do PHP é a sua capacidade de fazer conexões entre os servidores e a interface do usuário, além de ter código aberto, ou seja, qualquer pessoa pode fazer modificações em sua estrutura.

Na prática, o PHP serve como um auxiliar do servidor, ou seja, ele roda dentro da plataforma responsável por executar o site. Isso faz com que os elementos de uma página sejam carregados antes mesmo de serem exibidos ao usuário, principalmente nas aplicações em WordPress.

Esta linguagem de programação é relativamente fácil de aprender, principalmente por conta do código ser open source e por ter uma estrutura simples. 

6. Ruby

Ruby é uma linguagem de programação de origem japonesa que é orientada a objetos, assim como o Java. Também tem o código aberto e foi inspirada em outras linguagens, como Perl, Eiffel e LISP.

Fundamentos de Programação Compreenda as habilidades básicas de programação, a lógica e boas práticas para o desenvolvimento de aplicações e soluções de software eficientes e organizadas, em duas das mais utilizadas linguagens de programação na indústria de tecnologia: Python e JavaScript.
Nossa metodologia de ensino tem eficiência comprovada
Curso da Awari em Fundamentos de Programação
15h de carga horária 2 semanas de duração Certificado de conclusão Mentorias individuais

As duas características mais importantes do Ruby são a sua simplicidade e a produtividade que ela proporciona ao desenvolvedor, então por esse motivo ela também é uma boa linguagem para começar a estudar.

Os usos mais comuns do Ruby são as aplicações web. Gigantes como Airbnb, Twitch, SoundCloud e Hulu foram desenvolvidas em parte com essa linguagem.

7. C e C++

C é uma das linguagens de programação mais antigas, tendo sua origem em 1972. Ela é considerada a linguagem mãe, principalmente de PHP, Java, C# e a própria C++, que tomaram a C como base para suas estruturas.

A C++, por sua vez, foi criada em 1980. A diferença entre elas envolve questões de extensão, sintaxe, bibliotecas e paradigmas. A maior diversidade entre elas é que a C é procedural, e a C++ é multi-paradigma.

C ainda recebe atualizações constantes e é muito usada em sistemas operacionais, de automação e jogos.

A C++ também é amplamente utilizada em jogos e sistemas operacionais, mas também no mercado financeiro, navegadores, softwares multimídia e até mesmo no pacote Office, que são os programas utilitários da Microsoft.

8. R

A linguagem de programação R nasceu da necessidade de um programa que ajudasse as pessoas na coleta, manipulação, interpretação e visualização de dados. 

Portanto, é uma ferramenta poderosa para os programadores que anseiam por trabalhar diretamente com ciência de dados. A R tem o código aberto, é multi-paradigma e ocupa o 33º lugar no ranking de linguagens mais usadas, de acordo com o GitHub, que é uma plataforma de divulgação de portfólio de projetos para programadores.

Além da própria ciência de dados, outras aplicações comuns da linguagem R são o machine learning e a estatística computacional. Vale muito a pena começar por ela caso essas áreas sejam do seu interesse.

9. Go

Go, também conhecida como “golang do Google”, é uma linguagem de programação recente, lançada em 2009, e foi criada pelos desenvolvedores do Google.

O ponto de partida foi a necessidade de uma linguagem que se desse melhor na tecnologia moderna, principalmente no que diz respeito à computação em nuvem. 

Apesar de Java e C serem duas das linguagens mais utilizadas na maioria dos projetos e dos países também, a Go parece se dar melhor e se adequar mais rápido às arquiteturas de microsserviços.

Assim como a R, a Go também se dá muito bem na área de dados e é, querendo ou não, uma linguagem inovadora que está ganhando cada vez mais espaço no mercado.

Quais são as linguagens mais utilizadas no mercado?

Na verdade depende de qual será a sua área de atuação. Como você já deve saber, o desenvolvimento é um trabalho muito amplo e tem uma série de ramificações e aplicações.

Um programador pode se especializar em determinados tipos de linguagens e projetos, como criação de sites, aplicativos, ferramentas robustas ou ciência de dados – e esses são apenas alguns exemplos.

Então para responder a essa pergunta, é importante saber para onde a sua carreira vai rumar. Dito isso, recomendamos que você invista tempo em aprender as linguagens mainstream, que têm mais oportunidades de vagas na área da programação.

Atualmente, as linguagens mais pedidas pelo mercado de trabalho são: Java, Python, C e C++. E apesar de não serem consideradas linguagens de programação, também recomendamos que você estude bastante sobre HTML e CSS, afinal de contas, é difícil encontrar uma empresa que não tenha um site hoje.

Quanto tempo leva para aprender a programar?

Como é importante aprender diversas linguagens de programação e o mercado está sempre se atualizando e lançando novidades, é seguro dizer que você vai precisar ser um adepto do lifelong learning caso opte por seguir na carreira de programador.

De qualquer forma, depende muito da linguagem que você escolher e da quantidade de horas que dedicar para os estudos, mas a média de tempo para aprender a desenvolver um programa curto em alguns minutos é de dois a seis meses; alguns levam mais tempo, outros menos. É muito pessoal.

Como aprender a programar?

Existe uma ampla documentação disponível na internet sobre a maioria das linguagens de programação e muitos tutoriais também, mas para garantir que o seu aprendizado vai ser correto e originário de especialistas, é importante investir em educação especializada, como é o caso dos professores e mentores da Awari.

Nada contra quem é autodidata e consegue absorver o conteúdo sem precisar fazer aulas, mas por ser uma pessoa leiga e que está começando a estudar, é importante se assegurar de que o material terá uma fonte de conhecimento confiável e certificada.

Aprenda a programar com a Awari!

A Awari é uma plataforma completa com mentorias individuais, cursos com aulas ao vivo e suporte de carreira na área de Tecnologia.

Dentro da trilha de Programação temos uma grande variedade em cursos, alguns até especializados em linguagens de programação específicas para você que quer dar o pontapé inicial na sua formação como desenvolvedor.

Alguns exemplos são os intensivos de Front-End com React, Back-End com Javascript, DevOps, Desenvolvimento Web e React Native.

Saiba mais sobre a nossa jornada personalizada e materiais complementares feitos por especialistas no mercado.

Fundamentos de Programação Compreenda as habilidades básicas de programação, a lógica e boas práticas para o desenvolvimento de aplicações e soluções de software eficientes e organizadas, em duas das mais utilizadas linguagens de programação na indústria de tecnologia: Python e JavaScript.
Nossa metodologia de ensino tem eficiência comprovada
Curso da Awari em Fundamentos de Programação
15h de carga horária 2 semanas de duração Certificado de conclusão Mentorias individuais

Curso Completo de
Fundamentos de Programação

Compreenda as habilidades básicas de programação, a lógica e boas práticas para o desenvolvimento de aplicações e soluções de software eficientes e organizadas, em duas das mais utilizadas linguagens de programação na indústria de tecnologia: Python e JavaScript.

Ao clicar no botão ”Entre na Lista de Espera”, você concorda com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.

CONHEÇA A AWARI

Compartilhe seus objetivos de carreira com a Awari

Nós queremos construir uma comunidade onde membros tenham objetivos compartilhados, e levamos essas respostas em consideração na hora de avaliar sua candidatura.

Sobre o autor

Dê um salto em sua carreira com nosso curso de Fundamentos de Programação

Compreenda as habilidades básicas de programação, a lógica e boas práticas para o desenvolvimento de aplicações e soluções de software eficientes e organizadas, em duas das mais utilizadas linguagens de programação na indústria de tecnologia: Python e JavaScript.