Awari

15 de outubro de 2021

Como sei se sou um bom PM? Descubra o que é preciso para se destacar na profissão

Homem branco vestido de terno preto escreve post-it com tarefas e os cola em um quadro.
Product Manager faz a gestão de tarefas em um quadro – Fonte: Unsplash

“Como sei se sou um bom Product Manager (PM)?” é uma pergunta que vive rondando as pessoas de Produtos.

Eu já pensei nisso e tenho certeza de que você também. Aliás, se está aqui neste artigo, presumo que ainda tenha dificuldades para reconhecer a sua qualificação. Ou, então, quer se preparar para entrar na área. 

Conheça os descontos de até R$3 mil reais da Black Friday da Awari clicando aqui.

Acertei? Bem, não importa, seja qual for o seu momento, uma coisa é certa: avaliar o trabalho de Product Management não é uma tarefa simples. Afinal de contas, os PMs não são focados na execução do tático ou na definição de estratégias, que são atividades bem mais fáceis de qualificar.

Agora, some este desafio a um ainda mais difícil: o autoconhecimento. Mas, olha, todo esse esforço vale muito a pena, eu garanto. Lembra de Sócrates?

Ele disse: “conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses”.

E eu digo: “conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo de Produtos”. 

Vamos nessa?

Por que eu deveria fazer uma autoavaliação do meu trabalho?

Eu deixei este tópico para iniciar o artigo, justamente, para explicar o porquê você deve seguir os passos que vou explicar mais à frente. Como eu já mencionei, descobrir se você é um bom PM requer dedicação.

Isso porque, para começar, o trabalho do PM pode ser efêmero, e a avaliação do profissional costuma ter base nas soft skills. Ou seja, como as habilidades influenciam no comportamento a ponto de garantir as entregas com qualidade. E identificar as soft skills não é tão fácil quanto identificar as hard skills.

Por essa razão é que muita gente espera o feedback dos líderes para reconhecer seus pontos fracos e fortes, o que, na minha concepção, é um erro gigantesco. Certamente, pautar o desenvolvimento da carreira no que o outro diz é mais rápido e prático do que refletir sobre si mesmo e planejar a própria evolução através do autoconhecimento. 

No entanto, o resultado do processo mais complexo é infinitamente maior.  Ao identificar suas características, você adquire uma visão mais aprofundada da profissão e de todo o contexto.

Com isso, tem mais clareza sobre o papel do PM e de como pode realizar o seu trabalho com maestria.

Afinal, como sei se sou um bom PM?

Indo direto ao ponto, a minha dica é a seguinte: em vez de se perguntar se você é um bom PM, faça outras perguntas mais específicas. Sugiro que você responda a elas:

  1. Eu procuro atender os objetivos que são propostos?

Toda empresa tem (ou, pelo menos, deveria ter) objetivos de negócio. A partir deles é que são definidos os objetivos de produtos. Você sabe dizer quais são eles? 

Pare e reflita um momento sobre isso. Você tem trabalhado para cumprir o que é esperado de você e, principalmente, do seu produto? 

Você tem atingido ou está perto de atingir esses objetivos? Se você tem andado no rumo certo, já tem um dos seis aspectos necessários para ser considerado um bom PM.

  1. Eu tenho clareza dos resultados atingidos?

É importante dizer que se a sua resposta foi “sim” para a pergunta anterior, você deve ter argumentos para sustentá-la. Tudo bem você avaliar que os objetivos estão sendo atendidos ou perseguidos, mas você tem clareza de quais são os seus resultados até o momento?

O que dizem as suas métricas e indicadores? Se você mede o seu trabalho e tem clareza sobre tudo o que já conquistou e do que ainda falta, parabéns, você pode avançar.

  1. Eu me dedico a fazer uma boa gestão?

Chegamos na metade do “teste” e agora a coisa começa a complicar. Quer dizer, não é nada de outro mundo para bons PMs, mas será que você é um deles? Vamos ver. Como você diria que é a sua gestão de tempo? E de prioridades, expectativas e riscos? 

Ser um bom PM requer uma boa gestão de tudo isso. Você consegue organizar a sua rotina, priorizar as tarefas, fazer alinhamentos com os stakeholders e ainda cuidar para evitar os problemas? Se sim, mais um ponto para você. 

  1. Eu penso e corro atrás de inovação? 

Se você cumpre todos os requisitos até aqui, pode ser que tropece logo neste. Sabe por quê? A correria do dia a dia e a urgência das demandas faz com que muitos PMs deixem de pensar no futuro. Acaba que o alvo de todo o esforço se torna o plano de curto prazo. Mas e depois? O que vem pela frente?

Um bom PM precisa sempre encontrar soluções inovadoras para o seu produto. E, para isso, deve enxergar o futuro e fazer planejamentos para médio e longo prazos. Agora, reflita: você faz isso?

  1. Eu tenho apoio de outras áreas e pessoas?

Você já deve ter ouvido por aí que os PMs são diplomatas, e isso é a mais pura verdade. O PM precisa abrir portas, fortalecer laços, conquistar aliados e ter com quem contar na hora do aperto. Você tem essa “rede de apoio”? O seu relacionamento com outras áreas e pessoas é positivo? Se sim, você está a um passo de ser considerado um bom PM.

  1. Eu conheço o negócio em que estou inserido?

Agora é a hora da verdade. Se você marcou ponto em todas as outras perguntas, só depende desta para ganhar uma estrelinha. Embora PMs não respondam pela estratégia do negócio, eles devem ter conhecimento sobre o negócio da empresa em que atuam.

Você entende como funciona o seu mercado, sabe quem são os outros players, tem compreensão de como a empresa fecha a conta, conhece os processos de trabalho e a cultura do local? O quê? Você disse “sim”? Só tenho uma coisa a dizer: você é um bom PM.

Conclusão

Espero que as perguntas tenham ajudado no seu processo de descoberta e, é claro, desejo que o seu resultado tenha sido positivo. E, mesmo que você se reconheça como um bom PM, não é motivo para estagnar, viu? 

O desenvolvimento precisa ser constante. Além disso, o nosso mercado se transforma muito rápido e é nosso dever estar sempre preparado para as mudanças. 

Escrito por

Alex Ivonika

Mais de 10 anos criando produtos digitais em startups premiadas no Brasil e Latam. Co-foundador do Product Guru's e professor do curso de Product Management na Awari. Consultor e mentor sobre Product Management, Estratégia e Negócios para empresas e startups.