Awari

14 de junho de 2021

5 tecnologias que vão transformar o mundo nos próximos anos

Ao longo dos anos, a evolução da tecnologia acelerou de tal forma que pôde permitir a alguém que nasceu na era do rádio alcançar a era da internet. Mas, a cada dia, essa ascensão prova ter sido apenas o começo de uma significativa transformação digital.

A última década, por exemplo, já viu avanços incríveis na inovação tecnológica, com a evolução de hardwares e softwares e tecnologia entrando em todos os aspectos da vida de uma pessoa, bem como de um negócio.

Seja na evolução da inteligência artificial, da computação em nuvem, do big data e da análise de dados, a tecnologia está desenvolvendo uma estrutura capaz de transformar tudo, revolucionando o futuro do mundo. 

Em 2021, estamos vendo a rápida implantação de veículos autônomos, como os fabricados pela Tesla, fundada por um dos maiores nomes do setor tech da atualidade, Elon Musk. Da mesma forma, empresas têm desenvolvido cada vez mais essa visão de futuro, e parecem não perder nenhuma chance de lançar inovações revolucionárias.

Pensando nesse tema, nós da Awari te apresentaremos hoje 5 tecnologias que vão transformar no próximos anos. Vamos lá?

Realidade Virtual

Realidade Virtual (RV) é uma tecnologia imersiva que constrói um ambiente simulado e efetivamente engana seu cérebro para acreditar que você está em um lugar que não está. Ok, com essa definição você pode pensar em RV apenas no que se refere ao mundo dos jogos, mas essa tecnologia única oferece promessas muito além. A RV tem um enorme potencial em muitos outros setores. 

Na área da saúde, a RV pode ajudar a facilitar um melhor relacionamento entre médico e paciente tanto em visitas presenciais quanto em interações pela internet. Durante as visitas presenciais, os médicos podem explicar detalhadamente um diagnóstico criando um ambiente virtual com gráficos e objetos 3D, de maneira interativa e fácil de entender.

Já no entretenimento, a realidade virtual está mudando o cenário do entretenimento como a conhecemos. Segundo estudo da Goldman Sachs, o mercado de realidade virtual e realidade aumentada vai ultrapassar o de TV em 2025, movimentando cerca de US$ 110 bilhões

Neste cenário percebe-se o potencial de crescimento comercial da RV à medida que a tecnologia fica menos cara ao longo do tempo. E faz sentido essa projeção otimista do futuro dessa tecnologia, já que os conteúdos audiovisuais de RV fornecem uma experiência expansiva e sensorial que cria um evento imersivo e mais intenso.

A área de games é outra em que a RV está desafiando as expectativas. A tecnologia de realidade virtual permite que os jogadores se tornem o personagem em vez de apenas controlá-lo e ultrapassar os limites da realidade. Ainda de acordo com a Goldman Sachs, espera-se que a receita de jogos de RV atinja US$19,5 bilhões até 2025, para que os jogadores continuem a ver avanços e novas experiências de jogos habilitados para VR.

Homem testa óculos de realidade virtual em frente a uma tv. Na tv, vemos a imagem de um carro.
Homem testa óculos de realidade virtual – Unsplash

Carros autônomos

A tecnologia automotiva percorreu um longo caminho ao longo dos anos e, como você já deve saber, os carros autônomos, veículos que usam tecnologia avançada para dirigir sozinhos, serão a próxima grande inovação. Isso mesmo, eles não exigem a entrada ou supervisão de um motorista humano. 

Alguns dos fabricantes gigantes de veículos motorizados já produziram dezenas desses veículos, como a emergente Tesla e a tradicional Porsche. Tudo bem, ainda há uma longa espera antes que esses carros se popularizem e possamos tê-los sem em todos os lugares. 

Mas não se engane, os carros autônomos se tornarão cada vez mais comuns nos próximos anos, justamente pelos diversos benefícios que ele proporciona. De acordo com o estudo realizado pela Universidade de Ohio, os carros autônomos também reduzirão as emissões nocivas em até 60% quando adotados. Isso ocorre porque, na maioria dos casos, as emissões vêm de veículos que estão presos no congestionamento do tráfego. Isso significa que o ar que respiramos em nossas cidades será mais limpo, o que também ajudará a proteger nossa atmosfera.

Outro ponto interessante em relação aos carros autônomos é em relação ao estilo de vida da população. Estima-se que, quando veículos autônomos chegam, o tempo de viagem pode ser reduzido em até 40%.

Neste sentido, não é segredo que o deslocamento para o trabalho de carro é estressante, especialmente em longas distâncias ou em cidades com trânsito intenso. Mas uma vez que os passageiros não são mais obrigados a dirigir e são capazes de ler, dormir ou simplesmente relaxar no caminho de e para o trabalho, mesmo longos trajetos podem parecer aceitáveis, pesquisadores do MIT Center for Real Estate previram em um relatório de 2017 sobre tendências imobiliárias nos EUA.

E assim alguns trabalhadores podem optar por viver mais longe de seus locais de trabalho — acampando em subúrbios distantes ou mesmo em áreas rurais.

Na imagem vemos uma mão em um volante de um carro da tesla.
Tesla já é uma das empresas mais valiosas do mundo – Unsplash

Inteligência Artificial 

De smartphones a chatbots, a inteligência artificial (IA) já é onipresente em nossas vidas digitais. Você pode não saber ainda, mas o impulso por trás da IA está aumentando, em parte graças às enormes quantidades de dados que os computadores podem coletar sobre nossos gostos, nossas compras e nossos movimentos todos os dias. 

E especialistas em pesquisa de inteligência artificial usam todos essa quantidade massiva de dados para treinar máquinas a aprender e prever o que queremos. Na área de cibersegurança é um exemplo de benefício da Inteligência Artificial. Segundo levantamento feito pela empresa de segurança cibernética TI Safe, houve um aumento de 460% das tentativas de ataques hackers em empresas industriais, entre março e junho de 2020.

Em dezembro foi observado crescimento de 860% de tentativa de invasões. Neste cenário, as empresas estão lutando para ficar um passo à frente dos hackers. Especialistas da Universidade da California dizem que os recursos de auto-aprendizagem e automação habilitados pela IA podem proteger os dados de forma mais sistemática e acessível, mantendo as pessoas mais seguras contra terrorismo ou roubo de identidade em menor escala.

Ferramentas baseadas em IA procuram padrões associados a vírus e programas de computador maliciosos antes que possam roubar grandes quantidades de informações ou causar estragos, por exemplo.

Outro lugar onde a IA também pode ter o maior impacto em um futuro próximo são os carros autônomos, como citado acima. Ao contrário dos humanos, os motoristas de IA nunca olham para o rádio, passam maquiagem ou discutem com seus filhos no banco de trás. E para além dos carros, os trens sem motorista já operam nos trilhos das cidades europeias, e a Boeing está construindo um avião a jato autônomo.

Na imagem vemos um Robô branco acenando.
Robô faz gesto humano em feira de ciências – Unsplash

Viu como a Inteligência Artificial vai mudar o mundo? E a melhor maneira de não ficar por fora dessa evolução é migrar para área. Para isso, há a possibilidade de iniciar sua jornada em tecnologia por meio de um curso específico na área, chamado de curso de Data Science com Garantia de Emprego, oferecido pela Awari.

Esse curso reúne as disciplinas de Data Analytics e Data Science, além de possuir uma trilha específica para acompanhamento de carreira. Nele, você aprenderá a tratar diferentes tipos de dados e inteligência artificial para responder perguntas por meio de explorações e análises de forma prática – além de receber mentoria de profissionais experientes e suporte de carreira para se tornar um cientista de dados disputado pelas empresas.

Mas o maior diferencial desse curso é o seu modelo. Durante a jornada de aprendizado, vamos dar todo o suporte necessário para nossos alunos e garantir que consigam um emprego na área. Caso isso não aconteça, devolveremos integralmente o valor que o aluno investiu no curso. Dessa forma, a Awari se compromete 100% com o sucesso dos nossos alunos.

Quer saber mais sobre o curso com Garantia de Emprego da Awari? Leia aqui ou converse com o nosso time

Impressões 3D

A impressão 3D pode não estar sendo manchete como em seu lançamento, em 2013, mas tenha certeza de que a tecnologia só vem se espalhando e avançando nos últimos quatro anos. As implicações da impressão 3D são vastas, e a tecnologia tem o potencial de revolucionar nossa sociedade.

Da mesma maneira, a tecnologia em si também evoluiu e, com isso, deixou de servir somente a um nicho e tornou-se cada vez mais acessível a um público maior. E os benefícios dela são amplos.

Na medicina, a impressão 3D pode tornar as próteses mais baratas para todos, mudando a vida dos amputados em todo o mundo. Da mesma maneira, também  pode ser usada para cirurgia, com réplicas de corações e órgãos sendo usadas para ajudar os cirurgiões a se prepararem. Essa técnica é chamada de bioimpressão, e usa “tinta” feita de células e tecidos humanos. 

À medida que a impressão 3D se torna cada vez mais comum, também será cada vez mais fácil para inventores e artistas transformarem suas ideias em realidades. Isso porque ela facilita muito a produção de protótipos. Imagine você ter uma reprodução fiel do seu produto final sem precisar gastar muito dinheiro e tempo? 

No futuro, ela pode ir além: o processo de fabricação também poderá ser realizado por impressão 3D. Em poucas décadas, poderemos ver as prateleiras da loja embaladas com uma variedade de produtos impressos em 3D que hoje seriam inimagináveis.

Na imagem vemos uma impressora 3D em cima de uma mesa.
Impressora 3D – Unsplash

Supercomputadores de mão

A revolução na indústria de telefones móveis iniciada por Steve Jobs com o lançamento do iPhone, em 2007, parece estar longe do fim. Todo ano, a indústria que parecia ter demonstrado toda a sua capacidade de inovação de software e hardware se reinventa e apresenta soluções para problemas que não sabíamos que existiam. Essa técnica ganhou até um: “o campo de distorção da realidade”, criado pelo fundador da Apple. 

Fato ou não, os smartphones continuam evoluindo desde a última década. E não só no seu hardware, como os celulares dobráveis da Samsung ou os iPhones com câmeras super avançadas da Apple, mas também em seu software. E aqui está a chave para o futuro desses gadgets: sua capacidade de processamento. 

Hoje, um celular (dos mais simples) já é mais rápido que o computador da Missão Apollo 11, que levou o homem à lua pela primeira vez na história da humanidade. Mas não deve parar por aí. A projeção é que nos próximos anos o seu smartphone torne-se sua central única de armazenamento e produtividade. Quer ver?

A Samsung, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, lançou recentemente o Samsung DeX. Ele permite que o smartphone seja conectado a uma TV ou monitor, assumindo a interface de um computador de mesa ou laptop. Adicionando um teclado e um mouse, você tem praticamente um computador na sua frente, tanto para acessar a internet como para jogar ou trabalhar. 

À medida que a tecnologia avança, essa tendência de unificação nos levará cada vez mais para um caminho de supercomputadores de mão. Onde toda sua vida digital está ao seu alcance em apenas alguns toques. 

Na imagem vemos uma mão segurando um celular dobrável da Samsung
Samsung Flip, celular dobrável da marca coreana – Unsplash
Eduardo Valim

Escrito por

Eduardo Valim

é redator na Awari e escreve sobre carreira e tecnologia.