Como mudar de carreira? 8 dicas simples para colocar em prática

Como mudar de carreira? 8 dicas simples para colocar em prática

Um estudo realizado pelo LinkedIn em 2021 revelou que metade dos brasileiros têm intenção de mudar de profissão. Entre as razões apontadas estão principalmente a busca por maiores salários e o desejo por equilibrar a vida pessoal e profissional. Mas afinal, como mudar de carreira? 

Há algum tempo, era difícil aprender novas habilidades e se inserir em outra profissão, mas atualmente, isso tem se tornado cada vez mais fácil e comum. Para isso, entretanto, é importante que você se programe e faça um planejamento com os passos que pretende seguir. 

É sobre isso que falaremos no artigo a seguir! Listamos 8 dicas simples que você pode seguir para mudar de carreira. Continue a leitura para conferir!

1. Faça um planejamento

O planejamento é uma ferramenta essencial na hora de realizar qualquer projeto, incluindo projetos pessoais. No caso de uma mudança de carreira, ele será importante para que tome conhecimento do que precisa ser realizado e acompanhe o seu desenvolvimento

mulher fazendo planejamento de mudança de carreira
Comece seu processo de mudança de carreira fazendo um planejamento com todos os passos que você precisa cumprir para alcançar sua meta.

Para criar seu planejamento, defina seu objetivo final e faça uma lista com as etapas que você precisa cumprir até alcançá-lo. Se a meta é, por exemplo, conseguir um emprego como UX Designer, inclua nos planos os estudos, o aprimoramento das suas habilidades técnicas e comportamentais, a criação de currículo e portfólio, a participação em processos seletivos, e assim por diante.

Nos próximos tópicos, vamos abordar alguns dos temas que precisam fazer parte do seu planejamento.

2. Crie uma reserva financeira

Se você está pensando em trocar de carreira, é possível que tenha que deixar o emprego atual em busca do cargo almejado. Durante esse período, pode ser que você tenha uma receita menor que a atual, e ainda assim, tenha que arcar com despesas fixas.

Por isso, uma dica importante é fazer uma reserva financeira. No decorrer de alguns meses, separe uma parte do seu salário para, no futuro, complementar sua renda quando for necessário.

Além disso, também é essencial que você repense seu consumo mensal, especialmente com lazer. Revise seus gastos fixos e verifique o que pode ser cortado. A ideia não é ser extremo e cortar tudo, mas sim diminuir os gastos durante esse período.

3. Pesquise sobre o mercado

Durante seu processo de transição de carreira, você aprenderá muitas na prática, ao estudar e atuar profissionalmente. Entretanto, isso não significa que você não precisa pesquisar sobre o mercado com antecedência para se inteirar sobre ele.

Ao buscar essas informações, você entende melhor como funciona a carreira na nova profissão: qual a média salarial, como é o plano de carreira, o que é preciso para se desenvolver e como se diferenciar de outros profissionais.

4. Invista em Networking

Assim como você, muitas pessoas já passaram ou estão passando pela transição de carreira. Cada um deles têm a própria vivência, e podem contribuir com a sua jornada, seja com relação a aspectos técnicos ou específicos.

Portanto, uma forma de contribuir para o seu processo de mudança é fazer networking, ou seja, montar uma rede de contatos para debater ideias, trocar experiências e conversar sobre temas relacionados à vida profissional.

Para isso, você pode utilizar o LinkedIn e outras redes sociais e buscar grupos sobre temas de interesse na transição de carreira. Outra opção é participar de eventos presenciais e online, em que haja discussões diversas e você possa conhecer outros profissionais.

5. Aposte nos seus diferenciais

Algumas pessoas acreditam que, ao trocar de carreira, não é possível aproveitar nada da antiga profissão, porém, isso não é verdade. Pelo contrário, é provável que até o momento, você tenha desenvolvido uma série de habilidades que serão muito úteis na sua nova caminhada.

Pensando nisso, procure identificar quais essas características, independentemente de quais sejam, e invista neles. Isso será muito importante no momento em que você estiver procurando uma vaga de emprego, pois podem ser um diferencial e um fator decisivo na sua contratação.

Lembre-se de incluir esses diferenciais no seu currículo! Se já tiver feito algum curso sobre o assunto, não se esqueça de mencioná-los. No vídeo abaixo, você aprende como criar um currículo atrativo com a Especialista em Carreiras Joseli Quaresma.

6. Aprenda novas habilidades

Além dos seus diferenciais, também será importante aprender novas habilidades. Nesse sentido, podemos dividi-las em duas categorias: as hard skills, que são habilidades profissionais e mensuráveis, e as soft skills, que que são comportamentais e psicológicas, e costumam ser mais abstratas.

homem estudando no computador como mudar de carreira
Além de investir nos seus diferenciais, aprenda novas habilidades exigidas na nossa profissão que você tem interesse.

Por exemplo: se seu objetivo é começar uma carreira em UX Design, as hard skills seriam os conhecimentos técnicas sobre criação visual e utilização de softwares, e as soft skills seriam a comunicação, o trabalho em equipe, a curiosidade, e assim por diante.

Em ambos os casos, é possível se aprofundar por meio da prática e dos estudos. Vale lembrar que algumas dessas habilidades são exigidas em vagas de emprego, e serão essenciais para a boa atuação na nova área.

7. Consuma conteúdos informativos

Diariamente, é comum que tenhamos um tempo ocioso, que geralmente é utilizado para atividades de lazer. Entretanto, durante o seu processo de transição de carreira, uma dica valiosa é utilizar esses intervalos para consumir materiais relacionados ao tema.

Atualmente, há centenas de canais no YouTube, podcasts, livros e perfis no Instagram com ótimos conteúdos em que você pode absorver dicas excelentes e aplicar ao seu planejamento. 

Não é necessário passar horas nesse exercício, basta utilizar alguns minutos do seu dia. No caso de conteúdos em vídeo e áudio, você pode até mesmo consumi-los durante outra atividade: enquanto estiver praticando exercícios, limpando a casa ou caminhando na rua. Já para as leituras, você pode aproveitar o horário de almoço ou separar alguns minutos antes de dormir.

8. Estude

Para quem está em dúvidas sobre como mudar de carreira, a dica mais fundamental é essa. Por meio do estudo, você poderá ter acesso a uma série de conteúdos técnicos e práticos que serão exigidos no momento em que você estiver buscando uma vaga de emprego para a nova área que está almejando. 

Muitas pessoas buscam por formações de graduação ou pós-graduação, mas a não ser que isso seja exigido para a nova carreira, você pode optar por outros tipos de cursos de duração mais curta e com conteúdos mais direcionados.

Lembre-se também de fazer um planejamento para assistir às aulas e realizar projetos práticos, como forma de reforçar na prática tudo o que você aprendeu.

A plataforma da Awari oferece uma série de recursos para quem está em processo de transição. Além dos cursos completos, com módulos gravados e turmas com aulas ao vivo, você pode agendar consultorias de carreira com profissionais especialistas. 
Esses encontros são individuais por videochamada, e você pode tirar dúvidas e pedir auxílio em diferentes questões sobre a realocação. Quer saber mais? Clique aqui e confira!

Avance sua carreira

Conheça a Awari

Dê seu próximo passo profissional com nossos cursos e aprenda com mentorias individuais dos melhores profissionais do mercado.

Saiba mais

Escrito por

Avance sua carreira

e cuide do seu futuro

Esse é o momento para investir em seu futuro e dar seu próximo passo profissional. Comece agora e crie sua conta na Awari:

Começar agora